segunda-feira, 23 de abril de 2012

O som pesado do Slipknot




Quer 1 igual p/vc?
Então, me escreva: dias.prd@gmail.com






Quer 1 igual p/vc?
Então, me escreva: dias.prd@gmail.com




Projetos (Photoshop)

Slipknot é uma banda de metal norte-americana formada em Des MoinesIowa. É constituída por nove membros, sendo eles atualmenteSid WilsonJoey JordisonDonnie SteeleChris FehnJames RootCraig JonesShawn CrahanMick Thomson e Corey Taylor. O alinhamento da banda manteve-se inalterado desde 1999 até 2010. Cada membro usa uma máscara distinta.
A banda foi formada em 1995 e sofreram várias mudanças de alinhamento após o lançamento do disco independente Mate. Feed. Kill. Repeat. em 1996. O seu álbum homónimo de estreia foi lançado em 1999, tendo sido sucedido por Iowa em 2001 e Vol. 3: (The Subliminal Verses) em 2004. A 25 de agosto de 2008, a banda lançou o seu quarto álbum de estúdio, All Hope Is Gone, que se estreou em 1º lugar na tabela norte-americana Billboard 200. A banda lançou também quatro DVDs incluindo Disasterpieces em 2002, que foi certificado com quádrupla platina nos Estados Unidos. O seu DVD mais recente é o (sic)nesses que foi lançando nos cinemas americanos no dia 26/08/2010 mas indo para as lojas apenas no dia seguinte. Os integrantes da banda falam que esse DVD foi em homenagem ao Paul Gray, já que foi um dos seus últimos shows. O (sic)nesses foi gravado em 2009 no download festival e atingiu aproximadamente 80 mil espectadores.
Em 24 de maio de 2010, a banda perdeu seu baixista Paul Gray. Paul foi encontrado morto em um quarto de hotel por overdose de morfina. A banda pronunciou-se no dia 25 de maio, um dia após sua morte, estavam lá presentes todos os membros da banda, além de Brenna (a mulher de Paul) e Tony Gray, irmão de Paul.

Identidades

A banda é conhecida por sua imagem que chama a atenção, os membros vestem uniformes industriais, têm máscaras exclusivas, respectivamente, e têm apelidos que são simplesmente números. A ideia original de usar máscaras durante os shows é muitas vezes atribuída a uma máscara de palhaço que o percussionista Shawn Crahan traria para os ensaios, quando a banda começou. O conceito desenvolvido, no final de 1997, a banda decidiu que cada membro da banda teriam que usar máscaras e macacões originais correspondentes.[21] O vocalista Taylor tinha a dizer, quando questionado sobre as máscaras em 2002"É nossa forma de nos tornar mais íntimos com a música, é uma maneira de nos tornarmos inconscientes de quem somos e o que fazemos fora da música".[22] O conceito dos macacões industriais tem sido descrito como uma resposta ao mercantilismo no negócio da música e levou à idéia de atribuir os membros da banda aliases numéricos. "Originalmente, nós estávamos indo para vestir os macacões [...] achamos que poderia muito bem levar isso adiante e número de nós mesmos. [...] Nós estávamos basicamente dizendo: 'Ei, nós somos um produto!" explicou Taylor.[23] Sua imagem tem sido alvo de muitas críticas, geralmente considerado como um artifício para tentar vender mais álbuns.[24] A banda fortemente critíca a essas reivindicações, proclamando que as máscaras são usadas para chamar a atenção de si mesmos como indivíduos e como colocá-lo na música.[25] Vários membros da banda têm observado que o uso das máscaras também ajuda a manter sua vida pessoal privada. Durante uma entrevista em 2005, o percussionista Chris Fehn chegou a dizer que era uma "bênção" que eles não são reconhecidos.[26]
Ao longo da sua carreira, o Slipknot têm sempre desenvolvido a sua imagem. Mudando seus uniformes e máscaras de cada membro em conformidade com o lançamento de cada álbum.[27][28] As máscaras não completamente diferentes, mas contém novos elementos. O baterista Joey Jordison abordou a questão em uma entrevista em 2004, afirmando que é para mostrar crescimento e diferença dentro da idade de cada indivíduo.[29] Ao lado de suas máscaras habituais, o Slipknot incorporaram máscaras especiais por razões específicas ao longo do sua carreira. Mais notavelmente, pois o vídeo da música e performances ao vivo da música "Vermilion" em 2004 e 2005, os integrantes da banda usavam máscaras da morte feitas a partir de moldes de rostos próprios[30]Então, em 2008, a banda usava um conjunto de grandes máscaras "máscaras do purgatório" que são vistas queimando no vídeoclipe dePsychosocial. Nos primeiros dias, as máscaras do Slipknot eram feitas por eles mesmos, no entanto, desde 2001, elas começaram a ser feitas pelo artista de efeitos especiais e músico Screaming Mad George.[31]
Os fãs de Slipknot (Maggots, um termo criado por Joey Jordison) são se sentem indentificados com os temas da banda. Embora as máscaras, sinais estranhos, excêntricos poses e o vocal gutural, eles não tem relação com práticas de OcultismoSatanismo. Além disso, a maioria dos membros do banda vêm de famílias "católicas" e em músicas comoThe Heretic Anthem, você pode ouvir o coro de "Se você é 555 então eu sou 666" referindo-se a grupos que procuram vender a imagem satânica meramente comercial.
Os símbolos da banda são:
  • A estrela de 9 pontas representado por três triângulos sobrepostos, para que as pontas sejam bem diferenciados, com as entranhas lados para obter mais uma ponta, referindo-se aos 9 membros da banda, mas atualmente são 8 membros.
  • S em tribal.
As máscaras diferentes não são uma maneira de esconder seus rostos, mas "é uma forma de mostrar mais do que somos." Também detalhes pessoais são realizadas e os desenvolvimentos feitos na concepção das máscaras.

Máscaras

  • Corey Taylor: No início, era uma máscara branca com dreads verdes, que eram de seu próprio cabelo. Mais tarde, ele faria dread falsos feitos com cordas.
Para seu segundo álbum, ele usou uma cor igual mas um tom mais escuro e mais detalhado.
Para o Vol. 3: The Subliminal Verses mudou: tornou-se um rosto sujo e deformado, duas cores, preto e branco, que mostrou seu cabelo de vermelho e azul em contraste com o tom de ferrugem da máscara, e uma dentes falsos no direito da boca.
Atualmente como no início a máscara é branca, mas sem as tranças, o cabelo curto ou raspado, e é feita de um material semelhante à látex.
  • Mick Thomson: Começou como uma máscara de hóquei.
Para o segundo álbum ele então usou uma de couro pintado de cinza, o que parecia ser de metal.
Para seu terceiro álbum usado uma máscara feita de prata.
  • Shawn Crahan: No princípio era uma máscara de palhaço feliz com um nariz vermelho e cabelo típico.
Então, ele desenhou um pentagrama no rosto e seu número, 6 na testa, o nariz era preto e tinha um olhar forte e mal.
Para seu terceiro álbum usada feita de fita hospitalar manchada de sangue falso e o que parecia ser uma hemorragia na cabeça, mas preservando o nariz de palhaço. Alguns meses depois, ele retirou a hemorragia e deixou seu cabelo solto
No quarto álbum usou uma máscara feita de couro preto com vários zíperes e um nariz de palhaço dourado. Alguns meses depois ele usou uma máscara aparentemente feminina com maquiagem e o nariz de palhaço e deixou seu cabelo solto.
Em 2011 começou a usar a primeira máscara de volta a clássica "palhaço feliz".
  • Craig Jones: No início, quando era guitarrista, usou uma máscara de lobisomem. Quando virou o sampler da banda usou uma máscara mergulhador branca.
A próxima era uma máscara de gás que parecia um capacete de moto com uma mangueira grande ao qual foi adicionado pregos na cabeça.
Para seu segundo álbum levou uma máscara de couro com espetos de metal maiores, um grande zíper na boca e pequenos orifícios para a respiração.
No terceiro álbum os espetos ficaram extremamente maiores.
Finalmente, no quarto álbum usou uma máscara semelhante, mas retirou o zíper da boca e colocou uma fileira de de metal, o que aparenta ser dentes e apenas um canino maior.
  • James Root: Sua primeira máscara foi herdada do guitarrista anterior. Então ele colocou, um pico no queixo, diamantes vermelhos em ambos os olhos, um feixe de rebite na testa e fechou a boca. Esta máscara foi ficou branca com rebites pretos.
Para seu segundo álbum teve um quase igual, só que ela era cinza e preto, como o metal.
Para o seu terceiro álbum quase completamente usou uma máscara branca com as beiradas dos olhos e boca vermelhas e um zíper na boca.
No quarto álbum usou uma máscara parecida só que no estilo Coringa, e as beiradas vermelhas se tornaram pretas.
  • Chris Fehn: Esta máscara teve a mesma forma: ela é caracterizada por ter um nariz de cerca de 20 cm. Começou com uma branca, com um nariz de aproximadamente 13 cm, com pequenos buracos para os olhos. Em seguida, foi usado um tom de bronze na máscara. Ele foi mais tarde vermelho e sempre mantendo um pescoço de couro preto placa para esconder o cabelo.
Em 2008 usou uma máscara que mantinha a mostra seu cabelo comprido. Já em 2009 usou uma máscara idêntica ao primeiro álbum, mas com aberturas para os olhos grandes, com um tom amarelo-escuro.
  • Joey Jordison: As dele sempre foram máscaras Kabuki. Tudo começou com uma branca, sem identificação. Para o segundo álbum tem a mesma máscara, mas com manchas de sangue. Ela também usava máscaras com um toque mais preto na boca e os olhos.
Para Volume 3 puxou uma máscara com as pinceladas em relevo. Esta máscara às vezes estava escuro com traços vermelho-escuro.
Para o All Hope Is Gone, usou uma máscara que parece suja, em que os traços podiam ser vistos da mesma forma que já tinha algumas manchas pequenas de sangue, e com a boca costurada, com um kanji na testa. Como detalhe é uma coroa de espinhos, muito semelhante á de Jesus Cristo.
  • Sid Wilson: : Tudo começou com uma máscara de gás suéca, que era branca e tinha uma mangueira na boca.
Em seguida, utilizada uma máscara completamente branco com um filtro na boca. Ele tinha uma igual a esse, só que preta. Para o seu primeiro álbum, ele usou uma máscara de gás com um filtro na boca sem mangueira e com dois grandes buracos nos olhos. Em seguida, removido do filtro e revelou a sua boca, mas pintada de preto.
Para seu segundo álbum foi modificada para se parecer com um crânio, mas ainda parecia uma máscara de gás, que ficou com uma "cor osso". Para o terceiro álbum foi modificada o suficiente para se parecer com um crânio, mas descobriu a parte de trás do pescoço para deixar seus cabelos descobertos, a máscara não parecia de gás, mais parecida com um crânio, apenas com uma aparência monstruosa. Foi finalmente removendo os dentes.
No clipe da música Before I Forget, parece ser idêntica a uma máscara de caveira, porque isso é o que era: uma caveira. Ele tinha tirado uma máscara que parecia um crânio, mas ele tirou a peruca roxa.
No quarto álbum teve uma completamente diferente das outras: era uma espécie de animatronics, com traços dos personagens de Transformers. Esta máscara tinha uma mandíbula articulada, sobrancelhas e orelhas podem ser movidos e assim produziu um som eletrônico, os olhos acendem luzes vermelhas. É a mais elaborada de todas as máscaras da banda.



Fonte completa, discografia e biografia (aqui).

quinta-feira, 19 de abril de 2012

The Pretty Reckless (Taylor Momsen)






Quer 1 igual p/vc? Então, me escreva: 

dias.prd@gmail.com



Projetos (Photoshop)

The Pretty Reckless é uma banda de rock surgida em 2009 e formada, inicialmente, pela atriz Taylor Momsen, John Secolo, Matt Chiarelli e Nick Carbone. Atualmente, além de Momsen, a banda é composta por Ben Phillips, Mark Damone e Jamie Perkins. O grupo, desde seu lançamento oficial, já abriu vários shows de várias grupos musicais como, por exemplo, The Veronicas. Logo após assinar contrato com a gravadora Interscope Records, em maio de 2009, inciaram a produção de seu primeiro CD, intitulado Light Me Up, que fora lançado em 30 de agosto de 2010.
Dentre os principais singles do grupo, destacam-se Make Me Wanna Die e Just Tonight, responsáveis pelo sucesso do grupo dentro e fora dos Estados Unidos. A maioria das produções da banda são influênciadass por artistas/grupo como The BeatlesLed Zeppelin eNirvana (banda). A banda foi originalmente chamada The Reckless, mas teve de mudar o nome devido a problemas de direitos autorais.

Fonte, discografia e biografia completa (aqui).

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Black Butler (Kuroshitsuji) - por Yana Toboso




Quer 1 igual p/vc?
Então, me escreva: dias.prd@gmail.com





Quer 1 igual p/vc?
Então, me escreva: dias.prd@gmail.com





Quer 1 igual p/vc?
Então, me escreva: dias.prd@gmail.com



Projetos (Photoshop)




Black Butler (黒執事 Kuroshitsuji) é um mangá escrito e ilustrado por Yana Toboso. Desde a sua estréia em 16 de setembro de 2006, ele tem sido publicado na revista GFantasy Mensal, pela editora Square Enix. A série segue Sebastian Michaelis, um mordomo demoníaco que é obrigado a servir Ciel Phantomhive, de doze anos, cabeça da nobre família Phantomhive, devido a um contrato que fez com Ciel. Foi anunciada em julho de 2008, que uma adaptação do anime, dirigido por Shinohara Toshiya e produzida por A-1 Pictures, o mesmo, estreou em outubro de 2008, e desde então terminou com 24 episódios. A segunda temporada foi ao ar em julho de 2010, e terminou com 12 episódios. Em dezembro de 2011, a Panini anuncia o que irá publicar a série no Brasil.



Enredo

Em uma mansão nos arredores de Londres, na era Vitoriana, o mordomo Sebastian Michaelis serve Ciel Phantomhive, de doze anos de idade, o cabeça de uma família nobre inglesa e de um império de brinquedos e doces, que atua diretamente com a rainha. Sebastian realiza todas as tarefas exigidas por seu mestre, solucionando problemas que importunam a Inglaterra com facilidade e perfeição, por causa de sua linhagem demoníaca e do contrato com seu mestre.


Mídia


Mangá

Escrito e ilustrado por Yana Toboso, os capítulos de Black Butler têm sido serializados na revista mensal Mensal GFantasy desde a sua estréia na edição de outubro de 2006. Os capítulos também são publicados em volumes pela Square Enix. O primeiro volume foi lançado em 27 de fevereiro de 2008, e até 27 de julho de 2011, 12 volumes foram publicados[2]. Nos EUA e Canadá, o mangá é licenciado pela Yen Press.


Drama CD

Em 10 de agosto de 2007, um drama CD foi lançado pela Frontier Works[3]. Ele apresentava muitos dos personagens que aparecem em um e dois volumes. Um segundo drama CD foi lançado em 26 de novembro de 2008.[4]


Anime

Em julho de 2008, foi anunciado que uma adaptação do anime, dirigido por Shinohara Toshiya e produzida por A-1 Pictures. Ele estreou em outubro de 2008 e foi transmitido pela TBS, junto da MBS. Em 1 de Janeiro de 2009, uma edição limitada DVD contendo o primeiro episódio foi liberado pela Aniplex[5]. Os próximos três episódios foram lançados em outro DVD em 25 de fevereiro de 2009. Em Sono Shitsuji, Akai Valentine, um evento especial do anime da qual reunia todos os seiyūs de Kuroshitsuji, que ocorreu em 14 de junho de 2009, foi anunciado a segunda temporada do anime. A seiyū Junichi Suwabe. confirmou esta notícia em seu blog oficial mais tarde naquele dia[6][7]. A segunda temporada contou com 12 episódios. Na primeira temporada, o primeiro tema de abertura se chama Monochrome no Kiss (モノクロのキス?) por SID, o tema de encerramento da primeira temporada se chama I'm Alive de Becca, na segunda temporada, contamos com Shiver da banda the GazettE, e o tema de encerramento chamado Lacrimosa por Kalafina.


OVAS

O anime também ganhou OVAs , como Ciel in WonderlandSono Shitsuji, KougyouPhantomhive e YosokoThe Kuroshitsuji II Making-of e Spider's Intention.


Video Game

Um video game para Nintendo DS, chamado Black Butler: Phantom & Ghost (黒執事: ファントムアンドゴースト?) foi desenvolvido pela Square Enix e foi lançado em 19 de março de 2009[8]. O jogo é vendido em duas versões, uma primeira edição limitada com um preço mais elevado e inúmeros extras, e uma edição regular.

Fonte completa (aqui).

domingo, 15 de abril de 2012

Nyan Cat (NYAN NYAN NYAN!!)



Projetos (Photoshop)

O Nyan Cat faz parte de uma série de outros memes japoneses, os “Nyanyanyanyanyanyanya!”. Essa série de memes consiste em vídeos de personagens de animé randômicos dançando ao som de uma música repetitiva. A animação no fundo desses vídeos sempre é bem psicodélica, colorida, feliz, etc. Veja o primeiro vídeo da série a fazer sucesso aqui.
"Nya”em japonês é o equivalente à onomatopéia “miau” em português.

COMO COMEÇOU?


No mês de abril de 2011 uma garota subiu pro Youtube o vídeo que conhecemos hoje como o Nyan Cat. No vídeo ela usou a música do meme (até então meio desconhecido na web) e a ilustração do Pop Tart Cat (um gato feliz que tem o corpo de uma bolacha com confeito), uma arte bem tosca em pixel arte feita pelo “cartunista” prguitarman. Além disso, no vídeo, o Pop Tart Cat está voando pelo espaço. Assista:
Fonte (youpix.com)